EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Síria: A rota difícil dos refugiados até chegarem aos acampamentos

Síria: A rota difícil dos refugiados até chegarem aos acampamentos
Direitos de autor 
De  Miguel Roque Dias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os refugiados sírios estão a atravessar a fronteira com o Iraque para fugirem à violência do grupo Estado Islâmico e à guerra civil.

PUBLICIDADE

Os refugiados sírios estão a atravessar a fronteira com o Iraque para fugirem à violência do grupo Estado Islâmico e à guerra civil.

Com a ajuda de contrabandistas, milhares de homens, mulheres e crianças unem-se aos iraquianos, que fogem de Mossul, e juntos tentam chegar ao acampamento de Al-Hol, no nordeste da Síria.

No momento, cerca de 500 iraquianos e 1500 sírios estão, em tendas improvisadas, presos numa área fronteiriça, a mais de 40 quilómetros de distância do destino final, à mercê das tempestades de areia que varrem a região.

“Viemos com um contrabandista. Fomos de aldeia em aldeia e andámos muito, por muito tempo. Estou aqui há 14 dias, com a minha família”, afirma uma mulher síria.

Outra conta que ela e a família fugiram “por causa dos ataques aéreos e do fogo. Nós vivemos em Hasaka e viemos para aqui para fugirmos da violência do Estado Islâmico. Nós viemos para aqui e agora estamos presos. Não podemos sair. Nós somos refugiados também. Vejam a nossa situação. Olhem para as crianças. Nós estamos a morrer por causa desta poeira.”

O acampamento de Al-Hol, no nordeste da Síria, é gerido pela Agência das Nações Unidas para os Refugiados. Neste momento abriga mais de 10 mil iraquianos.

O ACNUR espera que, nos próximos dias, cheguem mais de 100 mil refugiados, em fuga de Mossul, enquanto decorrer a operação para reconquistar Mossul das mãos do Daesh.

.UNHCRinSYRIA</a> is preparing emergency solutions in Al-Hol camp to shelter people fleeing offensive in <a href="https://twitter.com/hashtag/Mosul?src=hash">#Mosul</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/Iraq?src=hash">#Iraq</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/MosulAid?src=hash">#MosulAid</a> <a href="https://t.co/wwwIoZlJyn">pic.twitter.com/wwwIoZlJyn</a></p>&mdash; Qusai Azrouni (qusaiazroni) October 21, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

União Europeia condena lei do Iraque que criminaliza homossexualidade

Um morto e oito feridos em ataque a base militar iraquiana

Primeiro contingente de tropas da Alemanha chega a Vilnius para reforçar flanco leste da NATO