Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Organização Mundial do Comércio dá razão à UE e diz que Boeing recebeu subsídios ilegais

Organização Mundial do Comércio dá razão à UE e diz que Boeing recebeu subsídios ilegais
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Organização Mundial do Comércio considera que a Boeing beneficiou de ajudas ilegais do Estado de Washington. A OMC defende que a redução de impostos concedida à construtura ne aviões em 2013 pelo governo estadual, como incentivo à implementação uma fábrica, é um subsídio proibido.

A empresa já negou ter obtido qualquer vantagem concorrêncial e já anunciou que vai recorrer da decisão.
Com esta declaração, a Organização Mundial do Comércio dá razão à União Europeia, que apresentou queixa contra a Boeing.

Em causa está um subsídio dado à fabricante norte-americana para desenvolver o novo 777X: Bruxelas acredita que tenha tido subjacente um impacto positivo de 5,7 mil milhões de dólares (5,38 mil milhões de euros).

A Boeing garante que só beneficiaria destes incentivos a partir de 2020 e ao ritmo de 50 milhões de dólares por ano.