Trump reaviva espectro de nova "corrida às armas" nucleares

Trump reaviva espectro de nova "corrida às armas" nucleares
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com AFP / REUTERS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Donald Trump não tem medo de uma “corrida às armas” e diz que os Estados Unidos responderão a qualquer reforço, por parte de outro país, do seu arsenal nuclear.

PUBLICIDADE

Donald Trump não tem medo de uma “corrida às armas” e diz que os Estados Unidos responderão a qualquer reforço, por parte de outro país, do seu arsenal nuclear.

O presidente eleito fez a declaração numa conversa por telefone com a jornalista norte-americana Mika Brzezinski, apenas um dia depois de ter publicado, no Twitter, uma mensagem a favor do fortalecimento do poderio nuclear dos Estados Unidos.

The United States must greatly strengthen and expand its nuclear capability until such time as the world comes to its senses regarding nukes

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 22 décembre 2016

Se, por um lado, as mensagens parecem respostas indiretas ao presidente russo, Trump diz querer melhorar as relações com o Kremlin e publicou uma carta, que lhe foi dirigida por Vladimir Putin, também a favor de uma boa cooperação entre Moscovo e Washington.

As duas declarações do presidente eleito norte-americano surgem depois de, na quinta-feira, Putin também se ter manifestado a favor do fortalecimento das capacidades nucleares russas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"

Homem imolou-se no exterior do tribunal onde Donald Trump está a ser julgado

Trump recebeu presidente polaco em Nova Iorque para reunião "amigável"