EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Trump: ONU é um clube para as pessoas passarem "um bom bocado"

Trump: ONU é um clube para as pessoas passarem "um bom bocado"
Direitos de autor 
De  Euronews com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente eleito dos EUA, Donald Trump, disse que a ONU se transformou num local onde as pessoas "falam" e passam "um bom bocado", apesar do "potencial que tem."

PUBLICIDADE

Com Lusa

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou a Organização das Nações Unidas, que considerou como “um clube” para as pessoas “passarem um bom bocado”, dias depois de a ONU ter criticado os colonatos israelitas nos Territórios Palestinianos ocupados da Cisjordânia e Jerusalém-leste.

Trump escreveu na sua página da rede social Twitter que a ONU tem “um potencial tão grande”, mas que se tornou “apenas um clube para pessoas se juntarem, conversarem e passarem um bom bocado”.

The United Nations has such great potential but right now it is just a club for people to get together, talk and have a good time. So sad!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 26 December 2016

**“Que triste!”, continuou Trump.**Na sexta-feira passada, Trump afirmou que, “em relação à ONU, as coisas vão ser diferentes depois de 20 de janeiro“, aludindo à data em que toma posse como Presidente dos Estados Unidos.

A decisão da administração Obama de abster-se na votação sobre os colonatos contrariou a posição de Trump, que quer que os Estados Unidos usem o direito de veto para permitir recuperar da tensão nas relações com a atual liderança de Telavive.

Trump afirmou anteriormente que pretendia ser neutro nas questões israelo-palestinianas.

No entanto, a sua posição foi tornando-se mais pró-israelit*a ao longo da campanha presidencial, nomeadamente com *críticas aos palestinianos, aos quais se referiu como tendo sido “tomados” ou “complacentes” com os grupos armados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Robert de Niro chama "palhaço" a Donald Trump à porta do tribunal

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"