Última hora

Criadores de patos franceses temem pelo futuro

Criadores de patos franceses temem pelo futuro
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os criadores de aves, do sudoeste francês, obrigados a abater um total de 800 mil animais, devido à gripe aviária, consideram que estão a ser deixados ao abandono pelas autoridades.

O abate das aves, principalmente patos, criados ao ar livre, arrancou esta quinta-feira mas, dizem os visados, sem o devido apoio estatal. Os produtores afirmam que não sabem se vão receber compensações.

Em Gers estiveram reunidos criadores desta região numa tentativa de concertar posições:

“Hoje, eles pedem-nos para irmos para o desemprego sem indemnização. É difícil compreender e digerir as consequências. Não estamos nada bem”

De acordo com a agência France Press foram já abatidos, nas zonas afetadas, mais de 300 mil patos.

A gripe das aves tinha já atingido o país, principalmente o sudoeste. Em 2015 a produção nacional chegou aos mais de 37 milhões, em 2016 ficou-se pelos 29 milhões.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.