EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Herdeiro da Samsung detido por alegada corrupção

Herdeiro da Samsung detido por alegada corrupção
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O herdeiro da Samsung foi detido, esta quinta-feira, no âmbito da investigação por corrupção e tráfico de influência.

PUBLICIDADE

O herdeiro da Samsung foi detido, esta quinta-feira, no âmbito da investigação por corrupção e tráfico de influência. Um caso que levou à destituição da Presidente da Coreia do Sul, ainda não confirmada pelo Supremo Tribunal do país.

De acordo com o porta-voz do tribunal há uma nova acusação, baseada em novas provas, que permitiu a detenção.

O vice-presidente da Samsung Electronics, filho do presidente do grupo, é acusado de ter pago cerca de 37 milhões de euros em subornos a Choi Soon-Sil, confidente da Presidente afastada, Park Geun-Hye, em troca de favores políticos.

Os investigadores querem provar os pagamentos feitos pela Samsung para conseguir luz verde do Governo à controversa fusão entre a C&T e a Cheil Industries, em 2015. Vários acionistas consideraram que a C&T foi deliberadamente desvalorizada.

Choi Soon-Sil, amiga de 40 anos da chefe de Estado afastada, está no centro deste escândalo. Acusada de se ter servido da sua influência para obrigar os grandes grupos industriais do país a fazer doações, em dinheiro, a fundações que controlava.

Park Geun-Hye foi acusada de cumplicidade e de permitir esta se intrometesse em assuntos do Estado.

Com LUSA

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Detenção do líder da Samsung faz soar alarmes no mundo dos negócios

Herdeiro da Samsung volta a ser interrogado no âmbito do escândalo na Coreia do Sul

Quatro detidos por alegada invasão da casa de campo do primeiro-ministro britânico