Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Alemanha: Ameaça de bomba após proibição de evento pró-Erdogan

Alemanha: Ameaça de bomba após proibição de evento pró-Erdogan
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na Alemanha, uma falsa ameaça de bomba obrigou à evacuação da Câmara Municipal de Gaggenau, esta sexta-feira.

“O homem que telefonou (a fazer a ameaça) disse que a razão foi o cancelamento (na véspera) do evento com o ministro da Justiça turco”, informou um representante do município.

Quinta-feira, a Alemanha proibiu dois eventos para promover o “sim” ao reforço dos poderes do presidente da Turquia, alimentado a tensão crescente entre os dois países.

A resposta de Ancara chegou pela voz do ministro dos Negócios Estrangeiros. Mevlut Cavusoglu disse que a Alemanha deve “evitar o populismo” durante a campanha para o referendo na Turquia. “Se querem manter boas relações, têm de aprender como nos tratar. Os problemas não se resolvem assim. Isto não pode continuar. Iremos retaliar sem hesitação”, ameaçou o chefe da diplomacia turca.

Altos responsáveis de Ancara, como o primeiro-ministro Binali Yildirim, têm feito campanha na Alemanha, onde vivem 3,5 milhões de turcos, para o “sim” no referendo, agendado para abril, em que Recep Tayyip Erdogan pode ver os poderes presidenciais serem fortemente reforçados.

O apelo da chanceler Angela Merkel para a libertação de um jornalista alemão detido na Turquia é outro dos assuntos a alimentar a tensão crescente entre Ancara e Berlim.