Erdogan pede sanções internacionais contra a Holanda

Erdogan pede sanções internacionais contra a Holanda
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O primeiro-ministro da Turquia apelou às organizações internacionais para imporem sanções contra Haia.

PUBLICIDADE

O primeiro-ministro da Turquia apelou às organizações internacionais para imporem sanções contra Haia. Em Istambul, Erdogan alertou que a Holanda vai pagar um preço por ter impedido os ministros de visitarem o país.

“Se sacrificam as relações turco holandesas por causa das eleições que se vão realizar na quarta-feira, vão pagar o preço”, declarou o presidente turco, que fez uma referência indireta a Geert Wilders, líder das sondagens das eleições holandesas. “Não preciso referir o nome dele. Há um racista. Vejam isto, a Europa está mudar para o racismo”,declarou.

Just in – “They will pay the price. We will teach them international diplomacy”, says Erdogan in Istanbul. #turkey#netherlands#diplomacypic.twitter.com/xg5N3Dxome

— Michel Santos (@Cibereporter) March 12, 2017

O primeiro-ministro holandês atirou as culpas para os turcos, referindo que não respeitaram uma decisão de Haia.

“Estamos numa situação errada com a Turquia. Pedimos ao ministro para não vir por causa das tensões em Roterdão e porque não nos sentimos confortáveis com a visita de um ministro turco ao povo holandês para falar sobre um referendo… e mesmo assim eles vieram”, explicou Mark Rutte.

Na Holanda existem cerca de 450 mil eleitores turcos. O partido de Erdogan tenta cortejar a diáspora na Europa para conseguir a autorização do eleitorado turco a fim de conceder poderes executivos ao presidente no referendo de abril.

Denmark joins the row. PM Lars Løkke Rasmussen proposes postponement of Turkish PM planned visit to Denmark – Statement #turkey#netherlandspic.twitter.com/zRKHq9OQ68

— Michel Santos (@Cibereporter) March 12, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Governo de Israel manda retirar diplomatas da Turquia para "reavaliar as relações"

Coreia do Norte dispara quinto míssil de longo alcance este ano

Extrema-direita vence legislativas nos Países Baixos