EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

"A chama está a arder": Ucrânia proíbe candidata russa à Eurovisão de entrar no país

"A chama está a arder": Ucrânia proíbe candidata russa à Eurovisão de entrar no país
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Ucrânia proibiu a entrada no país da candidata russa do festival Eurovisão da canção deste ano.

PUBLICIDADE

A Ucrânia proibiu a entrada no país da candidata russa do festival Eurovisão da canção deste ano.

Os serviços secretos ucranianos justificaram a proibição de três anos a Yulia Samoylova, com o facto da cantora ter atuado na Crimeia em 2015.

A medida representa um novo capítulo na tensão entre os dois países, após a anexação russa da região ucraniana da Crimeia em 2014 e o conflito separatista no leste do país.

A menos de dois meses do início do festival da canção em Kiev, a Rússia condenou o que considera ser, “uma decisão desumana”, quando se prepara para apresentar uma queixa no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.

A Ucrânia tinha já considerado a escolha de Samoylova, nas atuais circunstâncias, como uma provocação.

A organização do festival Eurovisão afirmou estar “desapontada” com a posição de Kiev, garantindo que vai esforçar-se que todos os artistas estejam presentes no evento que se inicia a 11 de maio.

Here's the official statement from the EBU regarding Russia's participation in the 2017 Eurovision Song Contest: https://t.co/Opt7ZQxSEL

— Eurovision (@Eurovision) March 22, 2017

A canção da candidata russa chama-se, “Flame is burning”, a “chama está a arder”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nemo quebrou o código: Concorrente da Suíça é primeira pessoa não-binária a vencer a Eurovisão

Malmö declara guerra às ratazanas antes da Eurovisão

Israel tem nova canção para a Eurovisão