EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Trump assina decretos protecionistas

Trump assina decretos protecionistas
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Donald Trump avança com a agenda protecionista: o presidente dos Estados Unidos assinou dois decretos que pretendem travar as “violações” das práticas comerciais por parte de outros países que, segund

PUBLICIDADE

Donald Trump avança com a agenda protecionista: o presidente dos Estados Unidos assinou dois decretos que pretendem travar as “violações” das práticas comerciais por parte de outros países que, segundo a sua administração, contribuem para o défice norte-americano, prejudicam a indústria e põe em causa um grande número de postos de trabalho no país.

Trump afirmou que a administração quer “garantir que é recolhida a totalidade dos impostos devidos dos importadores estrangeiros, que enganam [o sistema]. A partir de agora, os que quebram as regras irão enfrentar as consequências, que serão bastante severas”.

Trump preconiza mudanças radicais em matéria comercial, pondo em causa vários acordos de livre comércio, tanto regionais como mundiais. A sua administração pretende também reformar a Organização Mundial do Comércio.

Entre os países na mira do presidente norte-americano, está a China e Trump alertou, no Twitter que “o encontro da próxima semana” com o gigante asiático “será bastante difícil”, porque os Estados Unidos “não podem continuar a ter enormes défices comerciais”.

A posição da Casa Branca a respeito do setor da siderurgia ilustra a “linha dura” de Washington, que acusa grupos europeus e asiáticos de praticarem o “dumping”, em detrimento da indústria norte-americana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"

Homem imolou-se no exterior do tribunal onde Donald Trump está a ser julgado