EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Tragédia na Colômbia agrava-se

Tragédia na Colômbia agrava-se
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um manto de destroços, lama e morte.

PUBLICIDADE

Um manto de destroços, lama e morte. Aumentou para 254 o número de mortos no deslizamento de terras na cidade colombiana de Mocoa.

Das vítimas mortais, 43 são crianças, um dado avançado pelo presidente Juan Manuel Santos que alertou para o facto de a tragédia poder ser maior, à medida que avançam as operações de resgate e limpeza.

A cidade do sul do país com 45 mil habitantes tenta recuperar da tragédia de sexta-feira.

Muitas pessoas aguardam notícias sobre familiares e amigos ainda desaparecidos.

“Nós, o gabinete do presidente da câmara, cidadãos, trabalhadores de Villagarzon, estamos a fazer tudo humanamente possível para recuperar os corpos do rio e trazê-los para aqui para o cemitério. Hoje temos o apoio da polícia e das forças armadas”, explica o presidente da Câmara de Villagarzon, uma povoação situada a jusante de Mocoa.

O deslizamento de terras, provocado pelo aumento do caudal do rio Mocoa e dos afluentes Sangoyaco e Mulatos, arrasou 17 bairros da cidade.

No domingo as autoridades alertaram para o crescente aumento do caudal do rio Magdalena, o principal do país.

De acordo com o Instituto de Hidrologia, Meteorologia e Estudos Ambientais da Colômbia, “mantém-se a condição de subida de níveis de água, devido às chuvas intensas dos últimos dias”.

From overseas, people around the world stand in solidarity w the people of Mocoa, Colombia, after devastating rains, deadly mudslides. pic.twitter.com/u7Nt0NSRWq

— Joseph Robertson (@poet_economist) April 2, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Deslizamento de terra na Colômbia mata pelo menos 15 pessoas

Milhares de pessoas resgatadas das inundações no sul da Sibéria

Presidente da Guatemala declara estado de calamidade devido a incêndios florestais