Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Espanha: autoridades detêm pirata informático russo

Espanha: autoridades detêm pirata informático russo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma juíza espanhola ordenou a prisão de um alegado pirata informático russo detido pelas autoridades espanholas em Barcelona na sexta-feira passada.

A detenção teria sido feita a pedido das autoridades norte-americanas que o acusam de crimes informáticos.

As autoridades espanholas confirmaram esta segunda-feira que Piotr Levashov é um dos criminosos informáticos mais procurados do mundo.

As autoridades norte-americanas têm agora 40 dias
para apresentaram o pedido de extradição.

Entre várias acusações, Levashov é acusado de infetar computadores com software malicioso e depois exigir dinheiro como resgate.

Após ter sido detido pelas autoridades espanholas, a sua mulher explicou a um canal russo de televisão que a detenção do seu marido estaria relacionada com a alegada operação de espionagem informática que teria favorecido a eleição de Donald Trump nos Estados Unidos.

Várias agências norte-americanas, com o FBI à cabeça, estão a investigar as alegadas relações entre o Kremlin e a campanha eleitoral de Trump.

As investigações assentam na premissa de que a Rússia teria ordenado o ataque informático aos computadores do Partido Democrático a fim de prejudicar a candidatura de Hillary Clinton.