EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

França: Dez pessoas detidas suspeitas de fornecimento de armas

França: Dez pessoas detidas suspeitas de fornecimento de armas
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Dez pessoas foram detidas por suspeitas de terem fornecido armas a Amedy Coulibaly, o autor do atentado ao HyperCache em janeiro 2015

PUBLICIDADE

Em França, dez pessoas foram detidas e interrogadas entre segunda feira e hoje, no âmbito da investigação aos atentados contra o jornal Charlie Hebdo e o hipermercado Cacher, em Paris, em Janeiro de 2015.
A dezena de pessoas é suspeita de ter fornecido armas a Amedy Coulibaly, dizem fontes próximas ao inquérito.

Dez detidos por fornecerem armas a terroristas que atacaram Charlie Hebdo https://t.co/5Wrf541Ijlpic.twitter.com/jy2cSQg7iq

— Jornal de Notícias (@JornalNoticias) 26 de abril de 2017

As armas terão chegado a França vindas da Eslováquia, depois de desmilitarizadas e tarão sido passadas por um intermediário na Bélgica antes de serem revendidas a Claude Hermant, alegado traficante de armas ligado à extrema-direita.

Detenidos en #Francia y #Bélgica 10 sospechosos de proveer armas para el atentado contra #CharlieHebdohttps://t.co/otrJ0pkuTF

— Luis De Jesús (@ldejesusreyes) April 26, 2017

Amedy Coulibaly matou um polícia no dia seguinte ao ataque ao jornal Charlie Hebdo em Janeiro 2015 e, um dia depois, fez reféns num hipermercado judeu, em Paris. Morreram quatro pessoas. Coulibaly foi abatido no local.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Vários detidos na Geórgia em protestos contra prisão de blogger

Três alemães detidos por suspeitas de espiarem para a China

Lei dos "agentes estrangeiros" causa tumulto na Geórgia