A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Rússia: Ativistas LGBT detidos

Rússia: Ativistas LGBT detidos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades de São Petersburgo, na Rússia, detiveram vários ativistas dos direitos dos homossexuais, durante as manifestações do 1° de maio.

Os manifestantes protestavam contra as alegadas detenções, tortura e assassinatos de homossexuais na Chechénia.

O caso foi noticiado no início de abril pelo jornal independente russo Novaya Gazeta.

“As autoridades chechenas negam ajuda a essas pessoas, negam até que elas existem, negam que o problema existe. Estamos contra isso”, afirmou o ativista Andrei Potapov.

A reportagem do Novaya Gazeta relatou que “na Chechénia, a ordem foi dada no sentido de uma ‘limpeza profilática’ e chegou ao ponto de reais assassínios”. De acordo com as autoridades russas, os factos não foram comprovados.

Segundo a agência France Press, pelo menos 18 ativistas dos direitos dos homossexuais foram detidos pela polícia de São Petersburgo.

Com: AFP