EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

UE relativiza "maldade" de Trump contra a Alemanha

UE relativiza "maldade" de Trump contra a Alemanha
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
PUBLICIDADE

A União Europeia e os Estados Unidos tentam relativizar, sem desmentir, as críticas de Donald Trump à política comercial alemã.

Segundo a revista “Der Spiegel”, o presidente norte-americano teria considerado os alemães, “maus, muito maus” em termos de comércio, durante uma reunião com a cúpula da UE, na quinta-feira em Bruxelas.

Uma crítica ao milionário excedente comercial do país que, para os assessores de Trump e o presidente da Comissão Europeia, não tem nada a ver com uma crítica ao povo alemão.

“Não é verdade que o presidente tenha mostrado uma atitude agressiva relativa ao excendente comercial alemão. Penso sinceramente, e desta vez é verdade, que se trata de um problema de tradução”.

Trump teria igualmente afirmado que estaria pronto a “parar os alemães que vendem milhões de carros nos EUA”.

O porta-voz do governo alemão reagiu à polémica afirmando que o excedente comercial do país, calculado em 253 mil milhões de euros em 2016, não é “nem bom, nem mau”, quando Berlim justifica os resultados como uma consequência da competitividade dos seus produtos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Depois de Espanha, Irlanda e Noruega também reconhecem formalmente Estado da Palestina

UE vai impor sanções aos responsáveis "pelo homicídio" de Alexei Navalny

Agricultores incendeiam pneus e desafiam a polícia em Bruxelas