EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Reino Unido: demissões depois das legislativas

Reino Unido: demissões depois das legislativas
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
PUBLICIDADE

Os conservadores não conseguiram segurar a maioria no Parlamento britânico nas eleições legislativas de 8 de Junho e as demissões já começaram.
Nick Timothy e Fiona Hill, os dois responsáveis de gabinete de Theresa May demitiram-se, deixando um vazio no círculo de maior confiança da primeira-ministra.

Duas baixas de peso na equipa de Theresa May https://t.co/EwRuOUPZCF

— Público (@Publico) June 10, 2017

Esta colhe também os resultados decepcionantes das eleições antecipadas que convocou para sedimentar liderança no parlamento, que tiveram desfecho inverso.

Para já, a ministra do interior, Amber Rudd, mantém-se em funções, Boris Johnson também, nos negócios estrangeiros.

Para onde vai o Reino Unido? https://t.co/8jdQHhwzFK

— Público (@Publico) June 10, 2017

Sondagens recentes davam cerca de 60 por cento de conservadores a clamar pela demissão de May, que agora tenta encontrar caminho comum num governo conjunto com os unionistas da Irlanda do Norte.
Jeremy Corbyn expressa a alegria dos 261 lugares ganhos pelos Trabalhistas no Parlamento, que forçam os Conservadores à corda bamba da minoria e dos acordos. Corbyn insiste ainda na demissão de May.

As negociações para o Brexit, com início previsto para 19 de junho, coincidem com a reabertura formal de um parlamento ainda por alinhavar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

May anuncia Governo com apoio dos unionistas da Irlanda do Norte

Eleições britânicas fazem as manchetes

May quer "estabilidade" depois de perder maioria absoluta