EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Panamá corta com Taiwan e vira-se para a China

Panamá corta com Taiwan e vira-se para a China
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Panamá anunciou ruptura de laços diplomáticos com Taiwan e estabelecimento de relações oficiais com a China.

PUBLICIDADE

O Panamá anunciou a ruptura dos laços diplomáticos com Taiwan e o estabelecimento de relações oficiais com a China.

Os chefes da diplomacia panamenha e chinesa assinaram ontem o acordo que oficializa a aproximação entre o Panamá e Pequim.

Taiwan, que perde um dos principais aliados internacionais, condenou a decisão, da qual suspeitava já há duas semanas, segundo o executivo de Taipé.

O presidente panamenho afirmou que “o Panamá e a China são países em desenvolvimento, que partilham visões, como a importância da globalização”. Juan Carlos Varela acrescentou que “Taiwan tem sido um grande amigo do Panamá, que agradece a amizade e cooperação no desenvolvimento do país”.

A oposição em Taiwan responsabilizou a presidente Tsai Ing-wen pela rutura, por não fazer o suficiente para melhorar os laços com a China, e exigiu a sua comparência no parlamento.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

John Kerry pede à China medidas adicionais na luta pelo clima

Blinken e Qin Gang concordam em voltar a encontrar-se em Washington

Chefe da diplomacia dos EUA visita Pequim