Catalunha quer avançar com novo referendo sobre a independência

Catalunha quer avançar com novo referendo sobre a independência
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Catalunha vai declarar a independência da Espanha no espaço de 48 horas, se os eleitores assim o manifestarem num referendo a realizar em outubro. A intenção é manifestada de acordo com um projeto de lei destinado a garantir a votação, apesar da recusa do governo central.

PUBLICIDADE

A Catalunha vai declarar a independência da Espanha no espaço de 48 horas, se os eleitores assim o manifestarem num referendo a realizar em outubro. De acordo com um projeto de lei destinado a garantir a votação, apesar da recusa do governo central.

A mensagem foi enviada a Madrid, terça-feira, pelo presidente do governo da Catalunha, o independentista Carles Puigdemont.

“Em 1 de outubro não vai haver nenhum acidente de comboio. Há um comboio que vai ficar parado, que é o comboio do sistema atual, do status quo atual, e haverá outro que vai continuar o seu caminho. Mesmo que o “Não” vença, nada ficará na mesma porque as coisas já mudaram,” declarou Carles Puigdemont.

O Tribunal Constitucional de Espanha e o governo central bloquearam os anteriores desafios independentistas e já disseram que vão bloquear qualquer tentativa de consulta popular.

Em 2014, apesar da oposição de Madrid, a Catalunha realizou um referendo não vinculativo sobre se a região deveria ser independente. Dos cerca de 5,4 milhões de eleitores, apenas 2,2 milhões votaram e o sim pela independência conseguiu 80% dos votos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Um arquiteto juntou-se a 17 famílias e nasceu a primeira cooperativa de habitação em Madrid

Só em janeiro, Canárias receberam mais migrantes do que na primeira metade de 2023

Vinícius Júnior, jogador do Real Madrid, não conseguiu conter as lágrimas ao falar de racismo