Tribunal condena Lula da Silva a mais de nove anos de prisão por corrupção

Tribunal condena Lula da Silva a mais de nove anos de prisão por corrupção
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Esta é a primeira condenação contra o petista, no âmbito da Operação Lava Jato.

PUBLICIDADE

O juiz Sérgio Moro condenou, esta quarta-feira, o antigo presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, a nove anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex de Guarujá, no estado de São Paulo.

Esta é a primeira condenação contra o petista, no âmbito da Operação Lava Jato. Lula responde ainda, na Justiça por mais quatro acusações de crime como corrupção, lavagem de dinheiro e obstrução da Justiça.

O antigo presidente não será preso e poderá recorrer em liberdade ao Tribunal Regional Federal de Porto Alegre. De acordo com o Supremo Tribunal Federal brasileiro, a pena só começará a ser cumprida caso seja ratificada pela segunda instância.

Lula da Silva é acusado de receber um suborno de 3,7 milhões de reais (cerca de 1 milhão de euros) da empreiteira OAS, na sequência de contratos da empresa com a petrolífera estatal Petrobras.

O petista negou sempre as acusações.

Caso o tribunal de segunda instância ratifique a sentença desta quarta-feira, o antigo presidente fica impedido de se candidatar às eleições presidenciais de 2018, devido à Lei da Ficha Limpa.

Lula da Silva condenado a nove anos e meio de prisão https://t.co/gQhTC3uzGLpic.twitter.com/nnvwCG1764

— Jornal de Notícias (@JornalNoticias) July 12, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Antigo chefe do exército brasileiro ameçou prender Bolsonaro se insistisse com golpe de Estado

Polícia liberta 17 reféns de assalto a autocarro no Rio de Janeiro

"Bloco da latinha": este desfile de Carnaval ouve-se muito antes de se ver