A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Mahmud Abbas condena ataque que matou dois polícias israelitas

Mahmud Abbas condena ataque que matou dois polícias israelitas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Com Lusa e Wafa

O presidente palestiniano, Mahmud Abbas, e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, falaram por telefone depois do ataque na Cidade Velha, em Jerusalém-Leste.

Mahmud Abbas condenou o ataque e manifestou a “rejeição de todos os atos de violência, seja de que origem forem, especialmente em locais de culto”, segundo a agência de informação palestiniana, Wafa.

Dois polícias israelitas foram mortos a tiro em e um terceiro ficou ferido num ataque levado a cabo por três árabes israelitas, abatidos pelas forças de segurança no local.

Os atacantes abriram fogo contra a polícia perto da Porta do Leão, junto à Esplanada das Mesquitas, o local mais sagrado para os judeus e o terceiro mais sagrados para os muçulmanos.

Após os disparos, um dos atacantes entrou para o pátio da Esplanada das Mesquitas e foi atingido a tiro pela polícia. Todos os três atacantes acabaram mortos pelas forças de segurança israelitas.