A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Macron enfrenta primeira crise política com demissão do chefe do exército

Macron enfrenta primeira crise política com demissão do chefe do exército
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em França, Emmanuel Macron enfrenta a primeira crise política do seu mandato. Um dia após a demissão do chefe de estado-maior do exército, o presidente francês visitou uma base área no sul de França.

A visita é vista como uma tentativa de mostrar o apoio de Macron às forças armadas, apesar da redução do orçamento da defesa. Um corte que levou à demissão, inédita em França, do mais alto responsável militar do país.

O general de Villiers tinha criticado publicamente os cortes. Macron não gostou das críticas e fez questão de sublinhar que o chefe era ele.

O presidente francês pretende reduzir o orçamento da defesa para dois por cento do PIB e afirma que a redução não terá impacto no número de soldados no terreno.

Na sequência dos atentados de 2015, as forças armadas francesas mantêm mais de 10 mil militares espalhados pelo país.