Polícia marroquina reprime manifestação em Alhucemas

Polícia marroquina reprime manifestação em Alhucemas
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Há oito meses que se vive um ambiente de tensão e manifestações na região. As já chamadas revoltas do Rif começaram em outubro do ano passado.

PUBLICIDADE

Apesar da proibição, os militantes do movimento Hirak manifestaram-se esta quinta-feira em Alhucemas, no norte de Marrocos: pediam a libertação membros do movimento, detidos como presos políticos.
O protesto acabou em confrontos com a polícia. Dezenas de manifestantes ficaram feridos, entre as forças da autoridade, mais de 60 tiveram de receber tratamento médico.

Desde há oito meses que se vive um ambiente de tensão e manifestações na região. As já chamadas revoltas do Rif começaram em outubro, depois de um vendedor de peixe de 31 anos ter morrido triturado dentro de um camião de lixo, quando tentava recuperar mercadorias que a polícia lhe tinha confiscado.

Nestas manifestações cerca de 200 ativistas foram detidos, naquele que é considerado um dos momentos mais críticos do reinado de Mohamed VI após “Primavera Árabe” de 2011.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Agricultores franceses mantêm protestos apesar de novas medidas do governo

Seis mil pessoas protestam em Wolfsburgo contra a extrema-direita

Russos continuam a homenagear Navalny apesar do risco de detenção. Mais de 400 já foram presos