Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Bruxelas sanciona Moscovo por turbinas na Crimeia

Bruxelas sanciona Moscovo por turbinas na Crimeia
Tamanho do texto Aa Aa

Com agências

Novas sanções Europeias à Federação Russa. A Comissão Europeia centrou-se em três pessoas em particular e em três empresas.

A decisão relaciona-se com o alegado desvio de quatro turbinas gás para o a Crimeira, cuja integração em território russo é vista por Bruxelas e Washington como uma anexação.

A integração da peninsula da crimeia na russia não é reconhecida pela Comunidade Internacional.

Entre os afetados pelas medidas encontram-se o vice ministro russo da Energia, o diretor da empresa que comprou as turbinas e um chefe de serviço do Ministério da Energia.

Ficam impedidos de viajar para a União Europeia *e os ativos que dispõem em território comunitário ficam congelados. As turbinas tinham sido vendidas pela empresa alemã *Siemens para serem utilizadas na Rússia e a transferência das mesas para a Crimeia viola as condições de venda.