EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Bruxelas sanciona Moscovo por turbinas na Crimeia

Bruxelas sanciona Moscovo por turbinas na Crimeia
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Turbinas terão sido instaladas na Península da Crimeia sem o conhecimento da empresa alemã responsável pelo fabrico.

PUBLICIDADE

Com agências

Novas sanções Europeias à Federação Russa. A Comissão Europeia centrou-se em três pessoas em particular e em três empresas.

A decisão relaciona-se com o alegado desvio de quatro turbinas gás para o a Crimeira, cuja integração em território russo é vista por Bruxelas e Washington como uma anexação.

A integração da peninsula da crimeia na russia não é reconhecida pela Comunidade Internacional.

Entre os afetados pelas medidas encontram-se o vice ministro russo da Energia, o diretor da empresa que comprou as turbinas e um chefe de serviço do Ministério da Energia.

Ficam impedidos de viajar para a União Europeia *e os ativos que dispõem em território comunitário ficam congelados. As turbinas tinham sido vendidas pela empresa alemã *Siemens para serem utilizadas na Rússia e a transferência das mesas para a Crimeia viola as condições de venda.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia testa míssil nacional

Alternativa ao lítio: Pode o manganésio substituir as baterias de lítio dos veículos elétricos?

Banco Central Europeu corta taxas de juro em linha com as expetativas do mercado