Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Atualizado para 24 número de mortos por sismo em Sichuan

Atualizado para 24 número de mortos por sismo em Sichuan
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O número de mortos na sequência do forte sismo que sacudiu, na noite de terça-feira, a província de Sichuan, no sudoeste da China, subiu para 24, com a descoberta de quatro corpos.

A notícia foi avançada pela agência noticiosa Estatal chinesa Xinhua.

O sismo fez ainda 493 feridos, dos quais 45 continuam em estado grave, segundo as autoridades locais, que informaram ainda de pelo menos cinco desaparecidos.

O terramoto de magnitude 6,5 – segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos – ocorreu na terça-feira às 21:30 locais, numa zona de elevada altitude e difícil acesso, no Planalto Tibetano, onde se encontra a reserva de Jiuzhaigou, um dos parques naturais mais reputados do país e classificado pela Unesco.

Mais de 85 mil pessoas, incluindo 126 turistas estrangeiros, foram retiradas daquela localidade, onde existem inúmeros hotéis junto ao parque.

O sismo reavivou a traumatizante recordação do tremor de terra de magnitude 8, ocorrido na mesma província em 2008, e que deixou 87.000 mortos e desaparecidos.

O abalo de terça-feira foi sentido numa vasta região, desde a capital da província de Chengdu a 284 quilómetros do epicentro, até à cidade de Xian, a mais de 400.