Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Estados Unidos e Japão intensificam cooperação militar para enfrentar Coreia do Norte

Estados Unidos e Japão intensificam cooperação militar para enfrentar Coreia do Norte
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Estados Unidos e Japão vão intensificar a cooperação na área de defesa para enfrentarem a ameaça das armas nucleares da Coreia do Norte.

Washington e Tóquio receiam o desenvolvimento do armamento nuclear de Pyongyang nas ultimas semanas.

A Coreia do Norte considerou a possibilidade de lançar mísseis em direção ao território norte-americano de Guam, no Oceano Pacifico

“Concordámos em reforçar as capacidades da nossa aliança para dissuadir e responder ao comportamento inaceitável da Coreia do Norte e outros desafios à segurança regional,” afirmou o Secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson.

O Japão vai investir 500 milhões de dólares para aumentar a a segurança marítima no leste asiático, onde a China tem incrementado as reivindicações marítimas

“Sobre a Coreia do Norte, tendo em vista a sua desnuclearização, concordámos em acelerar a pressão efetiva. Vamos pedir à China que tome medidas específicas para que a Coreia do Norte altere o seu comportamento. Sobre a ameaça dos mísseis balísticos, como aliança, fortaleceremos a nossa postura e capacidade de defesa e responderemos. Concordámos com este ponto,” revelou o Ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão, Taro Kono.

Na próxima semana, Estados Unidos e Coreia do Sul vão avançar com exercícios militares conjuntos, informou uma alta patente militar norte americana, esta quinta-feira, o que faz frente à pressão da Coreia do Norte e da sua aliada, China, para que os exercícios fossem interrompidos.