EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Ministro britânico ridiculariza posição da Comissão Europeia

Ministro britânico ridiculariza posição da Comissão Europeia
Direitos de autor 
De  Euronews com BBC
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No cerne do conflito está a questão sensível do montante final a pagar pelo Reino Unido à União Europeia.

PUBLICIDADE

Após uma semana de negociações em Bruxelas descritas pelo responsável da União Europeia como infrutíferas, o ministro britânico encarregue da saída do Reino Unido da União Europeia, David Davis, descreveu os comentários do responsável europeu como “idiotas”.

“Francamente, parece-me um pouco idiota porque é claro que houve progressos. Pode ser a comissão e não Barnier ele próprio. Quero dizer, eu gosto dele, conhecemo-nos há 20 anos. Mas a Comissão colocou-se numa posição idiota. Diz que não há progressos”, afirmou David Davis este domingo.

A reação de Davis teve lugar durante um dos principais programas políticos televisivos no Reino Unido.

No cerne do conflito está a questão sensível do montante final a pagar pelo Reino Unido à União Europeia, uma questão que Bruxelas afirma ter que ser resolvida antes de avançar para os termos de uma relação futura.

Anteriormente, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, havia estimado que o montante final seria na ordem dos 60 mil milhões de euros.

David Davis rejeitou este montante embora tenha admitido que o Reino Unido provavelmente iria continuar a contribuir para o orçamento europeu após a saída da União Europeia a fim de manter o acesso a projetos como a exploração espacial e a investigação nuclear.

Para além do montante final, a União Europeia insiste em discutir a questão da fronteira com a Irlanda do Norte assim como os direitos dos cidadãos, antes de prosseguir para as relações comerciais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Reino Unido prepara-se para uma mudança política com o Partido Trabalhista a tentar uma vitória eleitoral histórica

Afinal, Nigel Farage vai concorrer às eleições no Reino Unido

Unionistas terminam bloqueio: parlamento da Irlanda do Norte pode retomar atividade no fim de semana