Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Irma aproxima-se de Miami e vai ser devastador

Irma aproxima-se de Miami e vai ser devastador
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O furacão Irma vai ter um efeito devastador na Florida e outros Estados norte-americanos, é o que garante a Agência Federal para a Gestão de Emergências (FEMA). Miami prepara-se para o pior. Depois da passagem destruidora pelas Antilhas francesas e holandesas, Haiti e República Dominicana, espera-se que o furacão chegue este sábado à costa norte-americana.

“Não é uma questão de sabermos se a Florida vai sofrer o impacto, mas sim de conhecermos a amplitude e para onde a tempestade se vai dirigir nos próximos quatro a cinco dias, à medida que penetra no território”, disse Brock Long, da FEMA.



Este que é o mais poderoso furacão atlântico dos últimos 10 anos fez já pelo menos 19 mortos, segundo as informações divulgadas até pelas autoridades dos vários países envolvidos.

Cuba prepara-se também para o pior. Muitos edifícios estão a ser reforçados. Os cubanos esgotam os supermercados e tentam armazenar água e comida para várias semanas. Muitos turistas em cidades costeiras estão a ser transportados para o interior da ilha.

Quinta-feira, foi a costa norte da República Dominicana a ser atingida em cheio pela tempestade, sobretudo a zona de Puerto Plata, também muito frequentada por turistas.