Sismo mais forte do século faz meia centena de mortos

Sismo mais forte do século faz meia centena de mortos
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, apelou à população para não baixar a guarda perante a ameaça de réplicas.

PUBLICIDADE

O México está em altera na sequência do devastador sismo de magnitude 8.2 na escala de Richter que sacudiu o sudoeste do país.

De acordo com dados das autoridades locais conta-se, nesta fase, pelo menos meia centena de mortos. 35 no estado de Oaxaca, 12 em Chiapas e três em Tabasco, mas os números poderão vir a agravar-se.

O epicentro do sismo da noite de quinta para sexta-feira situou-se a cerca de 70 quilómetros a sudoeste da costa de Chiapas, em zona submersa, com uma profundidade de 70 quilómetros, mas sentiu-se com força também na capital. Provocou igualmente momentos de tensão na Guatemala e em El Salvador.

O terramoto é o mais forte em um século. O Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, apelou à população para não baixar a guarda perante a ameaça de réplicas. Até ao momento produziram-se mais de 260 réplicas.

Nem a emblemática estátua do Anjo da Independência, na Cidade do México, escapou à força do sismo e acabou por abanar.

Há registo da queda de várias casas e de cortes de energia elétrica.

A Secretaria de Transportes e Comunicações dá conta de deslizamentos em algumas estradas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sismo assusta habitantes da Cidade do México

Ativistas dos direitos dos animais protestam contra touradas no México

Centenas de Pais Natais correm por causa maior