Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Espanha expulsa embaixador norte-coreano em Madrid

Espanha expulsa embaixador norte-coreano em Madrid
Tamanho do texto Aa Aa

A diplomacia internacional tenta pressionar a Coreia do Norte a todos os níveis. O ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol anunciou que indicou ao embaixador norte-coreano no país para abandonar Espanha até ao final do mês. Os testes e o programa nuclear de Pyongyang são a justificação para esta decisão que já foi aplaudida pelos Estados Unidos.

Também o chefe da diplomacia francesa disse esta segunda-feira que o objetivo é trazer o regime da Coreia do Norte à mesa das negociações. Jean-Yves Le Drian consideram que só através das sanções e das negociações é possível resolver a tensão criada.

A chanceler alemã, Angela Merkel, em plena campanha lembrou que vão ser feitos todos os esforços diplomáticos…para se tentar evitar um conflito militar.

Entretanto o jornal norte-americano New York Times avanço com a notícia de que o combustível do rocket lançado pela coreia do norte teria vindo da Rússia e da China. Questionado sobre o tema, o Secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson não quis fazer qualquer comentário.

O jornal diz que os serviços secretos dos Estados Unidos estão avaliar se o combustível fazia parte das reservas antigas do regime de Pyongyang ou se foi fornecido recentemente.