Última hora

Candidatos às legislativas terminam caça ao voto na Alemanha

Candidatos às legislativas terminam caça ao voto na Alemanha
Tamanho do texto Aa Aa

Os candidatos às legislativas alemãs aproveitaram o último dia de campanha para tentar conquistar mais votos, quando um terço dos eleitores ainda está indeciso.

Uma nova sondagem diz que a União Democrata-Cristã, liderada por Angela Merkel, conseguirá o quarto mandato, mas apenas com 34% dos votos.


Em segundo lugar na última sondagem, com 21%, ficam os sociais-democratas que fizeram parte do Governo de coligação dos últimos quatro anos.


Na luta pelo terceiro lugar, taco a taco, estão o Partido Liberal e a Alternativa para a Alemanha (AfD), que não conseguiram superar a barreira de 5% de votos em 2013. A última sondagem dá 13% à AfD, que pode ser o primeiro partido de extrema-direita a entrar no Parlamento depois do final da Segunda Guerra Mundial.


A confirmar-se a tendência das sondagens, Merkel terá de procurar novamente o apoio do SPD, para formar uma “Grande Coligação”, ou recorrer a dois pequenos partidos, com a fórmula da “Coligação Jamaica”. Para já, Merkel só fechou a porta à extrema-direita e à esquerda radical na hora de tentar encontrar aliados.

“Angela Merkel fez, uma vez mais, campanha na posição de chanceler alemã. Parece não haver dúvidas que a sua União Democrata-Cristã vai ser o partido mais forte no novo Parlamento. O eleitor vai decidir quão forte e com quem ela vai governar. O voto é também um julgamento do seu último mandato”, sublinhou o correspondente da Euronews em Berlim, Lutz Faupel.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.