Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Aviões dos EUA inflamam clima bombástico entre Washington e Pyongyang

Aviões dos EUA inflamam clima bombástico entre Washington e Pyongyang
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos afirmam ter enviado uma “mensagem clara” à Coreia do Norte, por entre uma nova vaga de ameaças e insultos mútuos, depois de um bombardeiro e um caça norte-americano terem sobrevoado as proximidades da costa norte-coreana no sábado.

Uma demonstração de força, apoiada por Donald Trump que, na sua conta Twitter, ameaçou, “fazer desaparecer” Kim Jong Un e o seu ministro dos Negócios estrangeiros.

Horas depois da passagem da aviação norte-americana e frente à Assembleia-Geral da ONU em Nova Iorque, Ri Yong Ho tinha respondido às últimas ameaças de Washington contra o programa de mísseis balísticos de Pyongyang, acusando o presidente norte-americano de ser “uma pessoa perturbada”, “um megalómano” e um “mentiroso”.

“Os Estados Unidos e os seus seguidores têm agora que pensar duas vezes antes de lançarem uma provocação militar contra a Coreia do Norte. Após uma longa e árdua luta nós estamos finalmente a alguns passos de ser uma potência nuclear”, afirmou Ri.

O novo capítulo de tensão, depois de seis testes de mísseis e de uma bomba H por parte Pyongyang e de duas rondas de sanções internacionais, parece ignorar os apelos à calma e a uma solução diplomática por parte do Secretário-Geral da ONU, António Guterres.

Milhares de pessoas desfilaram ontem na capital norte-coreana para apoiar o líder do país face à derradeira ameaça de Trump de destruír totalmente o regime comunista.

Num comunicado, Kim Jong Un acusa o presidente norte-americano de ter realizado, “a declaração de guerra mais feroz da história”, prometendo utilizar as armas para, segundo ele, “pôr na ordem o americano demente com problemas mentais”.