A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

SPD está fora do Governo

SPD está fora do Governo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Partido Social-Democrata alemão não vai fazer parte de uma coligação governamental.

Martin Schulz, garantiu que não está disponível para prolongar, por mais quatro anos, a “grande coligação” com a CDU de Angela Merkel.

O líder afirmou que o SPD recebeu um “mandato claro dos eleitores para ir para a oposição”.


“Acredito que Martin Schulz e a direção estão certos pois o SPD na posição de parceiro minoritário numa grande coligação não seria capaz de reformular o seu perfil”, afirma a candidata presidencial do SPD em 2009, Gesine Schwan.

“Penso que Martin Schulz é muito recente na política alemã para ser responsabilizado por este resultado. Penso que o motivo do resultado é uma fraqueza no SPD. Existe uma certa disposição neste país. Penso, também, que Martin Schulz é o candidato certo para a oposição”, afirmou o apoiante Anatol Itten

Sem os socialistas, Angela Merkel tem de coligar-se com o Partido Democrático Liberal e com “Os Verdes”, a chamada coligação Jamaica, para ter o controlo do Parlamento.O correspondente da euronews em Berlim, Lutz Faupel, relata que “o SPD não o fará novamente, mas Martin Schulz vai ficar e tentar a sua sorte na oposição. Para a Alemanha, os sinais estão na Jamaica – mas qual será o preço político durante as negociações?”