Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Megaoperação antimáfia em Itália

Megaoperação antimáfia em Itália
Tamanho do texto Aa Aa

A madrugada desta terça-feira acabou com mais de 20 pessoas detidas numa operação anti-mafia na região da Lombardia, Itália.

Entre os detidos, um presidente de câmara eleito pelo partido de Silvio Berlusconi, Forza Italia. Edoardo Mazza é acusado de corrupção na adjudicação de contratos de construção a grupos ligados à ‘Ndranghetta, um grupo de crime organizado italiano.


No total, 21 pessoas foram detidas, enquanto 3 foram postas em prisão domiciliária e outras 3 enfrentam também acusações que vão de extorsão a abuso de poder, dano corporal, tráfico de droga ou suborno, todas elas agravadas por ligação direta a crime agravado.

A investigação, coordenada pela Autoridade anti-mafia de Milão e procuradores em Monza, começou em 2015 e verificou a mobilidade da ‘Ndrangheta da Calabria, sul de itália, para a parte norte do país.

A Polícia acredita que cresceu mais do que as conhecidas máfias sicilianas e napolitanas, através do bem sucedido tráfico de cocaína proveniente da América Latina.