Última hora

Última hora

Trump diz que ataque em Las Vegas foi "ato de pura maldade"

Trump diz que ataque em Las Vegas foi "ato de pura maldade"
Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou o ataque na cidade de Las Vegas, estado do Nevada, como um “ato de pura maldade” e anunciou que se deslocará à cidade na quarta-feira.

“Estamos unidos hoje na nossa tristeza, comoção e luto”, disse o presidente dos EUA, numa declaração a partir da Casa Branca, em Washington.

Durante o discurso, Trump não se pronunciou sobre a reivindicação levada a cabo pelos jiadistas do autoproclamado Estado Islâmico ou Daesh (sigla em língua árabe).

Elogios às equipas de resgate

O presidente Trump elogiou a “resposta rápida” das equipas de resgate, que disse terem evitado mais perdas de vidas.

O chefe de Estado norte-americano pretende também encontrar-se com familiares das vítimas, a quem transmitiu as suas condolências.

Numa declaração com muitas referências a Deus, Trump disse: “Estamos a rezar por vocês. Estamos aqui para vocês”.

Apelo à união de todos os cidadãos dos EUA

O Presidente deixou um apelo à união dos norte-americanos.

“A nossa união não pode ser despedaçada pelo mal, os nossos laços não podem ser quebrados pela violência”, defendeu Trump.

“É o nosso amor que nos define hoje”.

Para honrar as vítimas do ataque, Donald Trump anunciou ter ordenado que as bandeiras de todos os edifícios oficiais dos EUA sejam colocadas a meia haste.

Segundo a agência Associated Press, este foi o tiroteio mais mortífero da História Moderna dos Estados Unidos da América, ultrapassando o número de vítimas do ataque numa discoteca de Orlando, estado da Flórida, em junho de 2016.

Com agências