Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Bae Systems vai despedir cerca de 1900 trabalhadores

Bae Systems vai despedir cerca de 1900 trabalhadores
Tamanho do texto Aa Aa

A companhia de defesa britânica Bae Systems admite reduzir cerca de 1900 postos de trabalho nas áreas militar, marítima e de inteligência ao abrigo de um programa de restruturação para aumentar a competitividade.

O grupo britânico, um dos maiores fabricantes de armamento no mundo – que emprega cerca de 35 mil pessoas no Reino Unido – explica em comunicado que a redução do número de trabalhadores vai ser feita ao longo dos próximos três anos, em diferentes fábricas. Duas – Warton e Samlesbury – estão localizadas no norte de Inglaterra e estão ligadas à produção de componentes para aviões Eurofighter Typhoon. Uma decisão que a fabricante justifica com a diminuição de pedidos destes aparelhos de combate.

Os sindicatos britânicos já criticam os cortes anunciados pela Bae Systems e defendem que a medida vai enfraquecer a capacidade de defesa do Reino Unido.