A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Bae Systems vai despedir cerca de 1900 trabalhadores

Bae Systems vai despedir cerca de 1900 trabalhadores
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A companhia de defesa britânica Bae Systems admite reduzir cerca de 1900 postos de trabalho nas áreas militar, marítima e de inteligência ao abrigo de um programa de restruturação para aumentar a competitividade.

O grupo britânico, um dos maiores fabricantes de armamento no mundo – que emprega cerca de 35 mil pessoas no Reino Unido – explica em comunicado que a redução do número de trabalhadores vai ser feita ao longo dos próximos três anos, em diferentes fábricas. Duas – Warton e Samlesbury – estão localizadas no norte de Inglaterra e estão ligadas à produção de componentes para aviões Eurofighter Typhoon. Uma decisão que a fabricante justifica com a diminuição de pedidos destes aparelhos de combate.

Os sindicatos britânicos já criticam os cortes anunciados pela Bae Systems e defendem que a medida vai enfraquecer a capacidade de defesa do Reino Unido.