Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Condições meteorológicas dificultam combate às chamas

Condições meteorológicas dificultam combate às chamas
Tamanho do texto Aa Aa

17 mortos, 150 desaparecidos e mais de 46 mil hectares de área ardida. É o mais recente balanço dos incêndios que, desde domingo, fustigam o norte da Califórnia.

O calor e o vento que se fazem sentir na região estão a dificultar o combate às chamas. E os bombeiros, no terreno, temem que as condições meteorológicas previstas para os próximos dias possam contribuir para a propagação de novos focos de incêndio.

Mais de 600 homens estão envolvidos no combate às chamas. Pelo menos 3.500 edifícios, entre habitações e estabelecimentos comerciais, foram destruídos pelos incêndios – 17 no total – que se alastraram por nove condados do norte da Califórnia.

Para facilitar a intervenção de ajuda e o envio de recursos federais, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou o estado de desastre na Califórnia, depois de, também, o governador, Jerry Brown, ter declarado o estado de emergência nas áreas afetadas pelas chamas.

Steve Patterson/NBC: “Esta é apenas uma casa, um cenário num dos bairros atingidos pelas chamas. Devido à força do vento todos estes bairros começaram a arder e as chamas acabaram por se propagar às áreas vizinhas. Os bombeiros fazem o que podem para travar os incêndios e permitir que as pessoas regressem a casa. Cerca de 20 mil pessoas ainda estão em centros de abrigo. Esta situação, esta crise humanitária e o combate aos incêndios continua.”