Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Nuzman espera julgamento em liberdade

Nuzman espera julgamento em liberdade
Tamanho do texto Aa Aa

Em poucas horas…
Carlos Arthur Nuzman deixou a prisão preventiva e tornou-se réu, no âmbito da Operação Unfair Play, que investiga a compra de votos para eleger o Rio como a cidade olímpica 2016.
O antigo presidente do Comité Olímpico do Brasil estava preso desde o dia 5 de outubro. Ontem conseguiu o habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça em Brasília. Terá agora que comparecer mensalmente no Tribunal, está proibido de entrar nos escritórios do Rio-2016 e do Comité Olímpico do Brasil, não pode manter contato com os outros acusados e não pode sair do Rio sem autorização.

Entretanto, a Justiça Federal aceitou a denúncia feita pelo Ministério Público Federal e Nuzman tornou-se réu,
acusado de organização criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.