Última hora

Última hora

Cerco militar deixa Marawi irreconhecível

Cerco militar deixa Marawi irreconhecível
Tamanho do texto Aa Aa

As mais recentes imagens captadas por um drone em Marawi, no sul das Filipinas, mostram a cidade completamente destruída, depois da operação militar que matou mais de mil e cem pessoas.

Os residentes começam a voltar à cidade para encontrar aquilo que resta das casas onde viviam. O cerco durou cinco meses. O exército filipino acabou por conseguir expulsar os combatentes de um grupo radical ligado ao Daesh.

As pilhagens, tanto dos militares filipinos, como dos combatentes radicais, levaram quase tudo o que a guerra não destruiu. A maioria dos residentes de Marawi que agora começam a voltar ficou sem nada. Uma grande zona da cidade, onde se desenrolaram os maiores combates, continua interdita à população, até se completar o desarme dos explosivos que ficaram para trás.