Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Scolari despede-se do Guangzhou Evergrande como tricampeão

Scolari despede-se do Guangzhou Evergrande como tricampeão
Tamanho do texto Aa Aa

A poucos dias de celebrar 69 anos (quinta-feira), o treinador brasileiro Luiz Felipe Scolari, antigo selecionador de Portugal, esteve este sábado no relvado do Guangzhou Evergrande para celebrar o tricampeonato chinês e despedir-se dos adeptos. O treinador confirmou a esperada saída do clube após a conquista do terceiro título de campeão chinês de futebol.

“Obrigado ao Guangzhou Evergrande por me ter dado a oportunidade de vir para a China e para Guangzhou, onde passei dois anos e meio agradáveis convosco”, afirmou o técnico em pleno relvado do Tianhe Stadium, após o jogo da 30.ª e última jornada, em que a sua equipa foi derrotada por 2-1 pelo Tianjin Quanjin.



O ex-selecionador brasileiro, que não esteve no banco por estar suspenso, foi ao relvado festejar com os jogadores, que lhe entregaram o troféu de campeão, o sétimo título conquistado pelo clube nos últimos dois anos, sob o comando de Scolari, de 68 anos, campeão do mundo de seleções com o Brasil, em 2002, e vice-campeão europeu com Portugal, em 2004.

“Agradeço do fundo do coração a estes jovens à minha frente”, disse Scolari dirigindo-se aos seus jogadores.



De acordo com a imprensa chinesa, Scolari optou por não renovar o contrato, que termina no final desta temporada, embora o Guangzhou Evergrande ainda não tenha anunciado oficialmente a saída do técnico. O italiano Fabio Cannavaro, campeão do mundo em 2006 como jogador e atual treinador do Tianjin Quanjian, é um dos nomes falado para o seu lugar, a par do compatriota Carlo Ancelotti ou do alemão Thomas Tuchel.

André Villas-Boas fecha como vicecampeão

André Villas-Boas também fechou o campeonato chinês com uma derrota em casa. O Shanghai SIPG foi batido pelo Jiangsu Suning, por 3-2, e acabou o campeonato no segundo lugar, com 58 pontos, menos seis do que o conjunto orientado por Luiz Felipe Scolari.

A equipa de Villas-Boas inaugurou o marcador, através de Lu Wenjun (08 minutos), após assistência do português Ricardo Carvalho, mas Alex Teixeira (21) e Li Ang (33) colocaram a equipa de Fabio Capello em vantagem antes do intervalo. No segundo tempo, Hulk ainda fez o empate, de penálti (80), mas Moukandjo deu o triunfo ao Jiangsu Suning (86).



O Tianjin Quanjian, que venceu o campeão nesta derradeira jornada, ficou no terceiro lugar e assegurou uma vaga na fase preliminar da Liga dos Campeões asiáticos juntamente com o Shanghai SIPG. O Guangzhou Evergrande tem entrada direta.

Texto: Lusa
Ediçâo: Francisco Marques