Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Nepaleses nas urnas depois de adotada nova Constituição

Nepaleses nas urnas depois de adotada nova Constituição
Tamanho do texto Aa Aa

Os nepaleses começaram a votar, este domingo, na esperança de virar a página da instabilidade que mina o país desde o fim da guerra civil. As eleições para as assembleias nacionais e provinciais são as primeiras desde a adoção da nova Constituição em 2015.

O texto para converter o Nepal num Estado federal – dividido em regiões – começou a ser redigido, em 2008, dois anos depois da revolta maoista que levou à morte de 17 mil pessoas e pôs fim à monarquia hindu.

“Este é um grande momento para todos os nepaleses e um dia histórico para o nosso país. A estrutura federal já existe noutros Estados e espero que traga estabilidade ao Nepal” afirma o nepalês Surya Lal Sherestha.

A transição democrática no país ficou marcada pela instabilidade política. Nos últimos 11 anos, o Nepal mudou de 10 vezes o primeiro-ministro.

As eleições vão decorrer em duas fases. Hoje, vão às urnas os eleitores no norte – cerca de 3.2 milhões – e, a 07 de dezembro, os do sul do país.

A polícia mantém-se em alerta máximo. Desde sexta-feira, as forças de segurança garantem ter desativado cerca de 30 engenhos explosivos.