EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Sebastian Kurz, chanceler aos 31 anos

Sebastian Kurz, chanceler aos 31 anos
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Conheça o jovem político que trouxe a extrema-direita para o poder na Áustria.

PUBLICIDADE

Aos 31 anos, é o chefe de governo mais jovem de todo o mundo.Sebastian Kurz, Wunderwuzzi, como é chamado, chega à chancaleria austríaca depois de ter ocupado a pasta dos Assuntos Europeus, Integração e negócios estrangeiros. Chegou à política com apenas 24 anos. Antigo líder da juventude do partido democrata-cristão ÖVP, cedo começou a forjar uma imagem de homem de Estado, ao aparecer ao lado das mais importantes figuras mundiais. Teve um papel importante em negociações como a sobre a energia nuclear iraniana.

É, desde maio, líder do ÖVP e não hesitou em mudar a imagem do partido, A cor dominante deixou de ser o preto para ser o turquesa. Involuntariamente ou não, foi buscar elementos de discurso a Donald Trump - da política dura em relação à imigração a frases como quando disse que a Áustria é o país mais bonito do mundo. Na campanha, anunciou as prioridades: Reduzir a carga fiscal, reforçar o peso económico do país e oferecer mais segurança aos austríacos.

Simples mas eficaz: Kurz nunca menosprezou o partido de extrema-direita FPÖ. Se, no início, o líder dos nacionalistas, Heinz-Christian Strache, acusava Kurz de lhe copiar o programa, foi depois Kurz a convidar Strache para número dois do governo. Ganhou maturidade desde 2013, quando entrou para o governo. Algumas ações de campanha foram na altura consideradas de gosto duvidoso.

Em 2015, foi um dos primeiros a criticar a política de acolhimento dos migrantes da chanceler alemã Angela Merkel. Foi um dos artesãos do fecho da rota dos Balcãs. Agora, promete lutar contra a imigração ilegal, acelerar o tratamento dos pedidos de asilo e reduzir os subsídios aos requerentes.

Tem como divisa "valorizar o que fazemos e não o que somos". Frequentou o curso de direito, mas nunca chegou a acabar a licenciatura.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Chanceler austríaco saúda Sunak pelo plano de deportação para o Ruanda

Josef Fritzl, que prendeu e violou a filha durante 24 anos, pode ser transferido para prisão normal

Rebenta na Áustria o maior escândalo de espionagem das últimas décadas