This content is not available in your region

Mulheres protagonizam filmes mais rentáveis de 2017

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Mulheres protagonizam filmes mais rentáveis de 2017

Há razões para uma certa euforia, ainda mais quando sabemos que a atriz Emma Watson liderou um feito muito relevante nos dias que correm: o seu "A Bela e o Monstro" foi um dos três filmes que gerou mais receitas de bilheteira na América do Norte em 2017, todos a rondar os 400 milhões de euros. E a verdade é que os outros dois também foram protagonizados por mulheres.

Gal Gadot acedeu ao estatuto de superestrela quase de um dia para o outro, mas afinal encarnar o papel de uma supermulher ("Mulher-Maravilha") granjeou-lhe vários elogios e o filme tornou-se instantaneamente num renovado símbolo do poder feminino. Recorde-se que foi igualmente realizado por uma mulher, Patty Jenkins, que exigiu e conseguiu um salário inédito para fazer a sequela.

Daisy Ridley iluminou o caminho do último capítulo da saga Star Wars, outro blockbuster no feminino, que também contou com a participação de Laura Dern e daquela que será sempre a grande heroína desta saga: Carrie Fisher.