Última hora

Última hora

Tony Blair diz que é preciso repensar o Brexit

Em leitura:

Tony Blair diz que é preciso repensar o Brexit

Tony Blair diz que é preciso repensar o Brexit
Tamanho do texto Aa Aa

Em entrevista à euronews o ex-primeiro-ministro britânico Toni Blair afirmou que está tudo ainda em aberto no que diz respeito à saída do Reino Unido da União Europeia. O antigo chefe do executivo afirmou que durante este ano ficará a conhecer-se o acordo que o governo britânico tem para apresentar e só depois disso o país poderá repensar a questão. Blair deixa ainda avisos à União Europeia:

"Eu deixaria uma mensagem forte aos líderes europeus, eles têm de mostrar liderança nesta situação. A verdade é que a ansiedade que deu origem ao Brexit, no Reino Unido, pode ser replicada em qualquer país europeu. Nós fizemos um referendo à permanência ou saída da Europa. Mas se Brexit seguir em frente, a Europa vai ver-se diminuída enquanto entidade, vai perder uma grande economia, um jogador com peso político. A Europa vai ficar mais fraca. Mas, ao mesmo tempo, o Brexit é uma oportunidade para a Europa lidar com algumas das questões fundamentais que os nossos próprios cidadãos, por todo o continente, têm em relação ao projeto europeu. Devemos analisar essas questões e lidar com elas. Na minha opinião, se fizéssemos isso, poderíamos encontrar um caminho do qual a Grã-Bretanha faria parte, a Europa poderia reformar-se e permanecer forte e isso é o que precisamos no século 21, especialmente quando a ascensão da China vai alterar toda a geopolítica do século 20", afirmou Blair.

Em dezembro o ministro britânico para o Brexit, David Davis, admitia que o executivo não tinha feito uma avaliação formal do impacto, na economia do país, da saída do Reino Unido da União Europeia.