Farage quer segundo referendo para reforçar saída da UE

Farage quer segundo referendo para reforçar saída da UE
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nigel Farage admite novo referendo que reforce decisão dos britânicos de abandonar União Europeia.

PUBLICIDADE

Nigel Farage foi um dos maiores defensores da saída do Reino Unido da União Europeia e defende agora a possibilidade de realização de um segundo referendo. Não porque tenha mudado de opinião mas porque acredita que esta seria uma forma de calar aqueles que continuam a opor-se ao Brexit. O político britânico diz-se convicto de que a vitória do Não à permanência no bloco forte do velho continente seria ainda mais expressiva.

Mas a opinião do ex-líder do Partido de Independência do Reino Unido têm mudado constantemente. Antes criticava a realização de novo referendo e afirmava que o executivo britânico devia fazer aquilo que os eleitores decidiram. Mais recentemente, Farage afirmava, à euronews que ainda acreditava na Europa.

Quem vai dizendo que não haverá segundo referendo é Theresa May. Apesar do desapontamento sentido pelo núcleo duro de defensores do Brexit, devido às concessões que o Reino Unido foi obrigado a fazer, o divórcio, diz a chefe do executivo, vai acontecer. 

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Unionistas terminam bloqueio: parlamento da Irlanda do Norte pode retomar atividade no fim de semana

Batalha legal contra as "prisões" temporárias de requerentes de asilo em Inglaterra

Marcha pela reintegração do Reino Unido na União Europeia