Última hora

Última hora

Um português no Polo Sul

Em leitura:

Um português no Polo Sul

Um português no Polo Sul
Tamanho do texto Aa Aa

Ângelo Felgueiras deverá estar de regresso a Portugal esta quarta-feira, depois de quase dois meses passados a esquiar na Antártida.

O piloto e aventureiro está de parabéns, não só pelo facto de ter cumprido 54 anos de idade esta segunda-feira mas, em particular, por se converter no domingo no primeiro português a completar uma expedição ao Polo Sul.

Foram 57 dias a esquiar, puxando um trenó com equipamento, através do continente gelado, desde a Ross Ice Shelf até ao ponto mais a sul do planeta. Mais de 1100 quilómetros através de paisagens brancas, enfrentando temperaturas de -25 a -40 graus centígrados, para cumprir uma aventura fantástica, mas também com um fim caritativo: cada metro percorrido com os esquis, traduz-se num euro revertido a favor da Associação Acreditar de pais e amigos de crianças com cancro.

A RTP entrevistou o aventureiro pouco depois de concluída a longa viagem e a Acreditar transmitiu uma mensagem de Ângelo Felgueiras desde o Polo Sul, através do Instagram:

Ao longo dos 57 dias que durou a aventura, foi possível acompanhar o périplo numa página Instagram dedicada ("Esquiar por uma causa") e através dos relatos feitos na primeira pessoa à Rádio Comercial.

Piloto aéreo de profissão, Ângelo Felgueiras conta já com um largo rol de aventuras, também com fins caritativos. A chegada ao Polo Sul acontece quase cinco anos depois de ter conquistado o Polo Norte

O piloto faz também parte do clube exclusivo de seres humanos a ter escalado os "Sete Cumes" ("Seven Summits", em inglês), as maiores montanhas de cada um dos sete continentes: o Evereste (Ásia), o Aconcágua (América do Sul), o Denali (América do Norte), o Kilimanjaro (África), o Elbrus (Europa), o Vinson (Antártida) e o Puncak Jaya ou Pirâmide Carstensz (Oceânia).

A partir do sul do Chile, de onde parte de regresso a Portugal, o aventureiro fez questão de deixar uma mensagem de agradecimento onde relembra o fim solidário da fantástica viagem.