Última hora
This content is not available in your region

General britânico quer mais investimento na defesa

General do exército britânico, Nick Carter
General do exército britânico, Nick Carter
Tamanho do texto Aa Aa

O chefe do exército britânico, General Nick Carter, afirma que a falta de investimento nas forças armadas está a comprometer a capacidade de defesa do Reino Unido.

"Penso que a Rússia poderá iniciar hostilidades mais cedo do que esperamos"

Nick Carter General do exército britânico

O alerta foi lançado durante um discurso efetuado no Real Instituto de Serviços Unidos, um organismo de estudo sobre temas de defesa e segurança.

"Penso que a Rússia poderá iniciar hostilidades mais cedo do que esperamos e muito mais cedo do que nós o fariamos em circunstâncias idênticas. É muito provável que eles venham a recorrer a ações fora do alcance do Artigo 5º da NATO de forma a diminuirem a nossa capacidade ameaçando a estrutura que assegura a nossa própria defesa e segurança. Esta é a situação de dividir para reinar que a ordem internacional pretende evitar", disse o general Nick Carter.

A artigo 5º da NATO estabelece o princípio da defesa coletiva entre os países-membros segundo o qual um ataque contra um país representa um ataque contra todos.

O discurso do general Nick Carter tem lugar numa altura em que o ministro britânico das finanças, Philip Hammond, está a efetuar cortes no orçamento da defesa.

Alguns legisladores já apelaram ao governo no sentido de aumentar para 3% as despesas com a defesa, que neste momento atingem 2% do Produto Interno bruto.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.