Última hora
This content is not available in your region

Ministro da Justiça da Turquia está na Grécia

Ministro da Justiça da Turquia está na Grécia
Tamanho do texto Aa Aa

O Ministro da Justiça turco está de visita à Grécia. Bilal Ucar rumou até ao país vizinho para um encontro com o homólogo grego. O assunto discutido foi a situação dos oito militares do exército turco que fugiram de helicóptero para a Grécia, depois da tentativa de golpe de estado na Turquia, em 2016.

O governo grego tinha recusado extraditar os oito homens e concedeu asilo a um deles.

Segundo o Ministro da Justiça grego, extraditar os ex-militares significaria obrigá-los a um julgamento "injusto". 

"O supremo tribunal grego não decidiu se algum destes oito oficiais turcos é ou não culpado. Os juízes precisam de dados mais substanciais. O tribunal considerou que dada a situação atual na Turquia, estes oficiais não teriam um julgamento justo.", admite Stavros Kontonis.

O ministro turco não prestou declarações. Do encontro resultam os mesmos pedidos por parte dos dois governos: A turquia quer a extradição dos 8 homens, o governo grego quer um julgamento justo.

Este incidente diplomático vem piorar a relação entre os dois países mas o governo turco não se deixa ficar e deverá pedir um julgamente em Atenas. 

Se houver realmente um julgamento na capital grega, isto pode significar que os ex-militares só poderão vir a ser acusados de terrorismo, sendo esta uma acusação internacional, e nunca de "tentativa de golpe de estado", uma acusação que é considerada "interna" ao país. 

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.