Última hora

Última hora

Milhares manifestam-se contra "Dia da Austrália"

Em leitura:

Milhares manifestam-se contra "Dia da Austrália"

Milhares manifestam-se contra "Dia da Austrália"
Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de milhares de manifestantes marcharam em toda a Austrália, esta sexta-feira, contra a celebração do dia nacional. O feriado de 26 de janeiro

comemora a chegada dos primeiros colonos britânicos em 1788 e marcou o início da discriminação contra os aborígenes. Muitos consideram o "Dia da Austrália " como um insulto à população indígena.

"Eu quero um dia em que todos possamos comemorar e isso é criar consciência de que todos podemos comemorar como australianos. No 26 de janeiro, simplesmente não podemos fazê-lo, devido aos fatos históricos deste dia,"afirmou um dos manifestantes.

"Nós unimos a nação reconhecendo o passado, não ignorando-o. Esta não é uma visão de uma bandeira negra da história, esta é a nossa história e devemos concordar com isso se quisermos curar, se quisermos reconciliar e seguir em frente como uma nação unida," declarou o senador australiano e líder dos Verdes, Richard Di Natale.

A ideia de mudar a data do Dia Nacional já encontrou algum reflexo dentro de instituições. Em 2017, três municípios do estado de Victoria votaram para que o Dia da Austrália não seja comemorado a 26 janeiro.

Entretanto, os aborígenes continuam a ser, de longe, a população mais desfavorecida do país.