EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Turquia vai prolongar ofensiva na Síria até eliminar milícia curda

Turquia vai prolongar ofensiva na Síria até eliminar milícia curda
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou, que a ofensiva turca na Síria se estenderá a Manbech depois de terminar a operação no enclave curdo de Afrin. Ancara pretende eliminar a milícia curda das Unidades de Proteção do Povo (YPG) do território sírio

PUBLICIDADE

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que a ofensiva turca na Síria se estenderá a Manbech depois de terminar a operação no enclave curdo de Afrin, que começou no sábado passado. O objetivo de Ancara é eliminar a milícia curda das Unidades de Proteção do Povo (YPG) do território sírio.

A Turquia considera mesmo que poderá estender a atual operação militar no noroeste da Síria até ao leste, até a fronteira com o Iraque.

"Continuaremos a operação Ramo de Oliveira, que está no seu sétimo dia, até alcançarmos os nossos objetivos e até que este país seja seguro para seus habitantes. Vamos continuar a nossa luta até que não haja nenhum terrorista até à fronteira da Síria com o Iraque," afirmou Recep Tayyip Erdogan.

As Unidades de Proteção do Povo, uma milícia curda que conta com o apoio dos EUA na luta contra o grupo Estado Islâmico, têm ligações ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que desde 1984 desencadeou uma rebelião armada no sudeste da Turquia com maioria de população curda.

As Unidades são consideradas por Ancara como uma organização terrorista e pretende desalojá-las de Afrine e de todos os territórios que controlam no norte da Síria, ao longo da fronteira turca.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Erdoğan promete "livrar fronteira síria dos terroristas"

Síria e Turquia: Cinco meses após o terramoto que destruiu a vida a milhões de pessoas

Pelo menos três mortos, entre os quais duas crianças, na explosão de carro armadilhado na Síria